Creluz inaugura na sexta-feira a segunda fase da Usina de Boa Vista das Missões
capa

Creluz inaugura na sexta-feira a segunda fase da Usina de Boa Vista das Missões

Com a segunda etapa, a Usina Solar Boa Vista chega a 2.448 painéis solares e alcançará uma potência total de 730 quilowatts pico

Por
Agostinho Piovesan

Com a segunda etapa, a Usina Solar Boa Vista chega a 2.448 painéis solares e alcançará uma potência total de 730 quilowatts pico

publicidade

A segunda fase da Usina Solar Boa Vista, da Cooperativa de Energia e Desenvolvimento Rural do Médio Alto Uruguai (Creluz), será inaugurada nesta sexta-feira, em Boa Vista das Missões, na Zona de Produção do Estado. Na fase B, foram instaladas 1.440 placas solares. As obras iniciaram no dia 23 de abril.

Na primeira etapa do empreendimento, inaugurada às margens da BR 386, no km 74, foram instaladas 1.008 placas, com um investimento de R$ 4 milhões. Nesta segunda etapa, foram aplicados mais R$ 2,3 milhões.

Segundo o presidente da Creluz, Elemar Battisti, com a implantação destas placas, a Usina Solar Boa Vista chega a 2.448 painéis solares. “Nesta segunda etapa também foi instalado um transformador de 750 quilovolt-ampère (kVA) e mais oito inversores, totalizando 15 (inversores). Com isso, a usina alcança uma potência total de 730 quilowatts pico (KWp)”.

Battisti disse que, a partir da ampliação, a usina irá gerar aproximadamente 1,2 milhão quilowatt-hora/ano (KWh/ano). Ele cita que a energia solar tem auxiliado no reforço do sistema de energia da cooperativa. “Importante destacar que o impacto da energia solar na vida humana e meio ambiente é relativamente menor do que a energia produzida pelas hidrelétricas”, observa o dirigente.

A inauguração, prevista para as 10h, faz parte da programação alusiva ao Dia do Cooperativismo, atividades que envolvem cooperativas de energia, produção e crédito da região de Frederico Westphalen.