Depois de cinco meses, Alegrete encerra atividades do Centro de Triagem Respiratória

Depois de cinco meses, Alegrete encerra atividades do Centro de Triagem Respiratória

Motivo foi por causa da redução no número de atendimentos

Fred Marcovici

Alegrete encerrou neste fim de semana as atividades do Centro de Triagem Respiratória

publicidade

A Secretaria de Saúde (SMS) de Alegrete, encerrou neste final de semana, as atividades no Centro de Triagem Respiratória (Gripário) devido à redução no número de atendimentos. Em março deste ano, o Gripário chegou a realizar 169 atendimentos em um único dia, já neste mês de julho atendeu apenas sete pessoas em um dia de funcionamento.  

A estrutura foi montada em 27 de fevereiro último pela SMS, com apoio do Exército e do Instituto Estadual de Educação Oswaldo Aranha, que cedeu o ginásio para a instalação do Gripário. 

Durante cinco meses de funcionamento o Centro de Triagem Respiratória realizou 7.135 avaliações e encaminhamentos. Neste período disponibilizou estrutura contando com equipe de saúde, farmácia móvel e ambulância. Centralizou os atendimentos de casos de síndromes gripais no período em que a UPA – Unidade de Pronto Atendimento necessitou ser fechada para atendimentos no início do ano. 

“Agradecemos a todos que trabalharam incessantemente nesses cinco meses, possibilitando que a nossa gente tivesse um atendimento de qualidade nesse período tão desafiador. O Centro de Triagem Respiratória foi uma experiência exitosa, sendo possível montar uma estrutura que atendeu bem a nossa população e ainda ajudou a desafogar a UPA no pior momento da pandemia. Estamos encerrando as atividades em razão da queda nos atendimentos, contudo devemos seguir nos cuidando, atentos às medidas de prevenção, como o uso da máscara”, destacou o prefeito Márcio do Amaral. 

“Estamos muito satisfeitos, essa era uma medida provisória planejada para 15 dias e atendemos a população por 146 dias. Seguimos os protocolos com precisão, de modo que nenhum dos membros da nossa equipe se contaminou em decorrência de sua função”, concluiu a secretária de Saúde Haracelli Fontoura. 

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895