Elefante-marinho segue na praia do Mar Grosso em São José do Norte

Elefante-marinho segue na praia do Mar Grosso em São José do Norte

Animal pesa em torno de 900 kg e tem quatro metros de comprimento

Angélica Silveira

O elefante-marinho foi marcado com um carimbo no projeto Pinípedes do Sul para um acompanhamento futuro quando ele seguir viagem

publicidade

Desde a última terça-feira, o Centro de Recuperação de Animais Marinhos (CRAM) da Universidade Federal do Rio Grande (FURG) monitora um elefante-marinho que apareceu na praia do Mar Grosso, em São José do Norte, no Sul do Estado. Conforme a coordenadora do CRAM, Paula Canabarro, neste final de semana o animal permanecia no mesmo local.

“Já ocorreu dele aparecer na nossa região, mas é uma situação rara. É um animal de origem subantártica que normalmente se mantém mais ao sul do continente americano”, explica. Ela conta que alguns exemplares acabam se afastando destas áreas e aparecem na nossa região. “Somente na última semana houve um caso em Santa Catarina e outro na região sudeste, mas não é recorrente e nem todo ano que isto acontece”, pondera.

O elefante-marinho que está descansando na praia do Mar Grosso é um macho, adulto, que pesa em torno de 900 kg e tem quatro metros de comprimento. “Ele está em boa condição corporal, é ativo e apenas está descansando por um período indeterminado fora da água. A espécie também costuma aparecer na região Antártica”, observa.

Ela conta que a equipe do CRAM segue monitorando o animal e o esperado é que quando ele sentir necessidade, como fome, por exemplo, volte ao mar, de forma natural. “Enquanto isso monitoramos suas condições e pedimos que as pessoas se mantenham afastadas, pois ele é selvagem. Solicitamos que não seja oferecida água nem alimento, ao tirar fotografias não seja utilizado o flash e mantenham animais domésticos afastados, pois ele quer descansar e não se estressar”, justifica.

O elefante-marinho foi marcado com um carimbo no projeto Pinípedes do Sul do Núcleo de Educação e Monitoramento Ambiental (NEMA-Furg) para um acompanhamento futuro quando ele seguir viagem.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895