Empresa aguarda decisão judicial para definir o destino do transporte coletivo em Alvorada

Empresa aguarda decisão judicial para definir o destino do transporte coletivo em Alvorada

Empresa que atualmente presta o serviço pede rescisão de contrato

Fernanda Bassôa

publicidade

A Viação Alvorada Ltda (VAL), que presta serviços de transporte coletivo na cidade, aguarda decisão judicial para definir o destino da empresa e da concessão. Segundo o assessor administrativo da VAL, Ronaldo Antunes, no processo judicial a direção da empresa pede que a prefeitura subsidie o transporte de alguma forma, ou que a Justiça autorize a rescisão do contrato.

“Não há mais condições de prestar o serviço sem que a administração ajude. O número de passageiros pagantes caiu drasticamente e isso só tem piorado com a pandemia e por conta da quantidade de motoristas de aplicativo. Há meses temos dialogado com a Administração, mas não tivemos êxito.”

A VAL opera com quatro linhas e transporta cerca de 1,3 mil usuários por dia. A Prefeitura de Alvorada informou, nesta quarta-feira, que o contrato de concessão tem vigência até 2023 e que não foi informada oficialmente pela empresa sobre rescisão contratual.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895