Empresa pede mais 90 dias para conclusão da obra do túnel na BR 470 em Bento Gonçalves

Empresa pede mais 90 dias para conclusão da obra do túnel na BR 470 em Bento Gonçalves

Necessidade de refazer alguns serviços já concluídos e que foram danificados pelas chuvas do início dom mês é um dos motivos para o pedido de extensão do prazo

Celso Sgorla

A profundidade da obra será de 5,5 metros, contando com duas pistas de tráfego com quatro metros cada

publicidade

Quem trafega pela zona Norte de Bento Gonçalves acompanha o desenvolvimento da obra para construção do túnel, que será responsável pela ligação do bairro São João ao centro da cidade, sem interferir no tráfego da BR 470. Já foram realizadas a terraplanagem, contenção, bueiros e dispositivos de drenagem e pavimentação de trechos. Atualmente, estão em andamento as obras de concretagem do túnel. A profundidade da obra será de 5,5 metros, sendo duas pistas de tráfego com quatro metros cada e passeio em ambos os lados.

A empresa responsável pela obra solicitou aditivo de prazo de mais 90 dias para conclusão. Não houve novo aditivo de recursos. Entre os pontos levantados para ampliação do prazo de entrega estão alterações na drenagem, escavação e colocação de meio-fio; necessidade de refazer alguns serviços que já haviam sido concluídos e que com a forte chuva do início do mês sofreram avarias. Também está havendo atraso na retirada de postes.

De acordo com a diretora do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPURB), Melissa Bertoletti Gauer, a obra está na fase final, mas como toda obra tem interferência conforme a condições climáticas e intempéries, como rompimento de tubulação e a demora para retirada dos postes. “A grandiosidade dessa obra também acarreta problemas em sua execução, os dias de chuva, por exemplo, não só atrasam a obra, como podem atrapalhar o que já foi realizado. Estamos fiscalizando e acompanhando cada etapa, esperamos em breve ver essa obra pronta”, destaca.

Os próximos passos são a construção da laje de transição, contenção, recolocação dos postes, iluminação, drenagem, obras complementares, terraplenagem e pavimentação, acabamentos e sinalização.

Veja Também


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895