Esteio e Rio Grande têm valor da passagem de ônibus alterado a partir desta quinta-feira

Esteio e Rio Grande têm valor da passagem de ônibus alterado a partir desta quinta-feira

No município da região metropolitana a passagem foi reduzida, já na cidade da região Sul, o valor aumentou

Correio do Povo

A Prefeitura de Esteio também ampliou a vida útil dos veículos de 10 para 12 anos

publicidade

A partir desta quinta-feira, usuários do transporte coletivo de Esteio, na região Metropolitana, passarão a pagar R$ 3,95 e não mais R$ 4,20 para se deslocar pela cidade. A redução será possível a partir de uma série de medidas adotadas pela prefeitura, Consórcio TEU e rodoviários, como redução de despesas operacionais e gratuidades.

“Após um 2020 com o sistema apresentando prejuízo superior a R$ 3 milhões e com queda de 60% no número de usuários pagantes, seria impossível falar em diminuição de valor sem medidas fortes de gestão. Assim, conseguiremos manter uma tarifa atrativa para os usuários sem precarizar o serviço”, destaca o prefeito Leonardo Pascoal. A Administração Municipal também ampliou a vida útil dos veículos de 10 para 12 anos, autorizou a alienação de parte da frota e passou a custear algumas gratuidades vigentes.

Já em Rio Grande, na região Sul do Estado, entra em vigor a partir desta quinta-feira o decreto da prefeitura que aumenta o valor da tarifa do transporte coletivo urbano. Com isto a passagem do ônibus convencional passa de R$ 3,85 para  R$ 4,35 e do seletivo de R$ 6,25 para R$ 7. Nesta data o município deixa de subsidiar R$ 0,50 por pessoa transportada na cidade. Na linha Torotama, o valor permanece em R$ 10,80.

Para decidir pelo aumento, o chefe do Executivo, Fábio Branco, havia considerado a solicitação das empresas do serviço na cidade, que alegaram a necessidade de um reequilíbrio econômico-financeiro do sistema, justificada por uma planilha de custos atualizada. O Chefe do Executivo levou em conta, também, a decisão do Conselho Consultivo de Transporte e Trânsito a favor do reajuste.

*Com informações das correspondentes Fernanda Bassôa e Angélica Silveira

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895