Esteio prevê mais de 2 mil visitas domiciliares para combater o Aedes aegypti em fevereiro

Esteio prevê mais de 2 mil visitas domiciliares para combater o Aedes aegypti em fevereiro

Números levantados em janeiro foram os maiores de infestação de mosquitos no município nos últimos dois anos

Fernanda Bassôa

Agentes aproveitam para passar orientações em relação à limpeza adequada dos locais

publicidade

A Prefeitura de Esteio intensificou as ações de combate à dengue em todos os bairros devido à alta incidência do mosquito no município. As visitas de casa em casa estão ocorrendo, prioritariamente, em imóveis de altíssimo e alto risco, com a identificação de pontos estratégicos e locais especiais, observados a partir do Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa). Ao todo, mais de 2 mil visitas a residências estão previstas em todos os 13 bairros da cidade até o final de fevereiro. Os números levantados em janeiro foram os maiores de infestação de mosquitos em Esteio nos últimos dois anos. No primeiro mês de 2022, foram encontradas larvas em 12,3% dos locais visitados.  

Além de verificar os potenciais focos do mosquito, os agentes aproveitam para passar orientações em relação à limpeza adequada dos locais, de forma a prevenir o surgimento do Aedes. O LIRAa resulta no Índice de Infestação Predial (IIP). Através dele, se apura o percentual de imóveis que tenham a presença de larvas do mosquito na cidade e se mensura o nível populacional do vetor.

No ano passado, foram realizados levantamentos do LIRAa em abril, junho, setembro e novembro, com índices de 1,5%, 9,1%, 4,1% e 4,5%, respectivamente. O Ministério da Saúde considera IIP médio acima de 3,9% como risco de epidemia de dengue.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895