Estudo sobre ampliação da ERS 591 será apresentado em Frederico Westphalen
capa

Estudo sobre ampliação da ERS 591 será apresentado em Frederico Westphalen

Evento é aberto para toda a comunidade

Por
Agostinho Piovesan

Estudo visa o asfaltamento de 11,5 quilômetros da ERS 591, entre Ametista do Sul e o distrito de Castelinho, em Frederico Westphalen

publicidade

O Estudo de Viabilidade Técnica (EVTA), que visa ao asfaltamento de 11,5 quilômetros da ERS 591, entre Ametista do Sul e o distrito de Castelinho, em Frederico Westphalen, no Norte do Estado, deve ser apresentado na noite desta quinta-feira durante o Seminário de Infraestrutura e Projetos Rodoviários. Promovido em parceria com o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), o evento ocorre a partir das 19h, na Universidade Regional Integrada (URI), campus de Frederico Westphalen.

Segundo o coordenador do curso de Engenharia Civil da URI local, Jean Favaretto, os projetos que fazem parte do EVTA, se concluídos e aprovados, possibilitarão aos municípios de Frederico Westphalen e Ametista do Sul, por meio do Daer, pleitearem os recursos para a execução das obras de asfaltamento.

Atualmente estão sendo habilitados os projetos de topografia, geologia, traçados, hidrológico, ambiental e tráfego. “Ocorre um trabalho capitaneado pela URI, em parceria com as prefeituras e o próprio Daer, que visa concretizar uma obra importante, da ligação asfáltica entre os dois municípios”, observa Favretto.

Desenvolvimento regional

O prefeito de Ametista do Sul, Gilmar da Silva, lembra que o  EVTA não terá custo para as prefeituras e municípios, constituindo-se em mais uma ação em favor do desenvolvimento regional, por parte da Universidade Regional Integrada. “Queremos destacar o trabalho da universidade, através da equipe do curso de Engenharia Civil, que sem custo elaborou os projetos que visam à concretizarão dessa obra”, disse.

Segundo o prefeito de Frederico Westphalen, José Alberto Panosso, são 4,5 quilômetros de Castelinho até o rio da Várzea, divisa dos dois municípios, e mais 7 quilômetros, do rio da Várzea até Ametista do Sul. A expectativa é de que as obras na rodovia favoreçam o desenvolvimento do turismo, especialmente de Ametista do Sul, que recebe turistas e compradores de várias partes do Brasil e do mundo.

No seminário desta quinta-feira estarão presentes diretores, engenheiros e geólogos do Daer, além de prefeitos, representantes da URI. É aguardada ainda a presença do secretário estadual de Logística e Transportes, Juvir Costella. O evento é aberto a toda a comunidade.