Gramado estuda restrição a caminhões na região central

Gramado estuda restrição a caminhões na região central

Após concluída a fase de estudos e testes, a determinação deve entrar em vigor a partir de 1º de abril

Celso Sgorla

Para a determinação ter validade, basta a administração municipal emitir um decreto proibindo o trânsito de veículos pesados

publicidade

A Secretaria de Trânsito e Mobilidade Urbana de Gramado inicia na sexta-feira um estudo de restrição a caminhões e veículos pesados, como patrolas, retroescavadeiras e caçambas na região central da cidade. Se o estudo tiver êxito, será proibida a movimentação de veículos com peso bruto total acima de 3,5 toneladas nas sextas-feiras, aos sábados, domingos e feriados.

Para ter validade, basta a administração municipal emitir um decreto proibindo o trânsito de veículos pesados. “Estamos percebendo uma utilização acima da média de caminhões de grande porte, máquinas pesadas e outros veículos transitando livremente pela região central. Estatísticas demonstram que nossas ruas e avenidas já não comportam o alto índice de veículos pesados que transitam aos finais de semana. Com base neste estudo, queremos que as ruas e avenidas sejam dos moradores e visitantes”, explicou o secretário de Trânsito e Mobilidade Urbana, Tiago Procópio.

Estão livres dessas regulamentações veículos prestadores de serviços de utilidade pública, incluindo os da Secretaria de Obras e Serviços Urbanos, Secretaria de Agricultura, Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), Rio Grande Energia (RGE), guinchos e os destinados ao socorro mecânico e transporte de valores, porém necessitam de autorização especial. Concluída a fase de estudos e testes, a determinação deve entrar em vigor a partir de 1º de abril.

Veja Também


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895