Hospital de Montenegro suspende cirurgias eletivas

Hospital de Montenegro suspende cirurgias eletivas

Medida se estende ao menos até 20 de janeiro

Stephany Sander

As cirurgias eletivas suspensas são da área de ginecologia e geral

publicidade

O Hospital Montenegro está com as cirurgias eletivas suspensas até pelo menos o dia 20 deste mês. A partir da decisão, das direções Administrativa e Técnica, do Núcleo Interno de Regulação, da gerência de enfermagem e coordenações assistenciais, são apontados três motivos: o primeiro é o aumento dos afastamentos de colaboradores por Covid-19, principalmente na Unidade de Internação; o segundo é o aumento de pacientes clínicos internados, o que gera a ocupação de leitos cirúrgicos; e ainda a permissão de suspender cirurgias eletivas até 31 de março por conta do comunicado emitido em dezembro de 2020, pelo Centro de Operação Covid-19.

Segundo a gerente de enfermagem, Mirian Schwalm dos Santos, no dia 20 deste mês será feita uma nova avaliação da situação do hospital. As cirurgias eletivas suspensas são da área de ginecologia e geral, aquelas em que os pacientes estão estáveis em casa e precisam se deslocar para o hospital para fazê-las. 

O centro cirúrgico permanece atendendo cirurgias de urgência e emergência. Atualmente, cinco funcionários do setor de Internação foram afastados por contaminação de coronavírus no Hospital Montenegro. Os cargos não são informados, mas todos integram a equipe assistencial.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895