Hospital Municipal de Novo Hamburgo realiza primeira captação de órgãos do ano

Hospital Municipal de Novo Hamburgo realiza primeira captação de órgãos do ano

Em 2017 foram realizas seis doações na casa de saúde; apenas 50% das famílias autorizou a ação

Correio do Povo

Para ser um doador basta conversar com a família e deixar claro seu desejo de doar

publicidade

O Hospital Municipal de Novo Hamburgo realizou nesta semana a primeira captação de órgãos do ano. A ação partiu da família de uma paciente internada na Unidade de Terapia Intensiva em razão de um aneurisma cerebral. A doação dos rins, fígado e córneas da paciente só foi possível devido à autorização da família da doadora. “Apesar de ser um momento sofrido, ficamos muito felizes de poder ajudar outras pessoas, assim como nossa irmã gostava de fazer”, disse, Ivonete Cardozo, irmã da doadora.

No ano passado foram realizas seis doações na casa de saúde. O número poderia ter sido o dobro, já que apenas 50% das famílias autorizou a ação. De acordo com um estudo de 2016, da Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos, mais de 40% dos casos de não doação ocorreram por falta de autorização familiar. Para ser doador de órgãos é preciso conversar com a família e deixar claro o desejo de doar. O médico emergencista Lúcio Dornelles, que realizou a entrevista com os familiares, reforça a importância da conversa. “Apesar de ser um momento triste para a família que recebe a notícia, esta decisão tem a oportunidade de mudar a vida de até oito pessoas já nas próximas horas.”

Os órgãos doados são direcionados às pessoas cadastradas em lista única na Central de Transplantes do Estado. A Central realiza contato com os pacientes compatíveis e faz os encaminhamentos necessários para o transplante. A idade não é fator limitante para a doação. Após a autorização da família, exames são realizados para verificar a viabilidade de cada órgão ser doado. Podem ser doados córneas, fígado, rins, pulmões, coração e até mesmo os ossos.

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895