Idosa morre à espera de leito de UTI em hospital de Nova Prata

Idosa morre à espera de leito de UTI em hospital de Nova Prata

Moradora da cidade de São Jorge aguardava vaga no Hospital São João Batista

Celso Sgorla

Com Covid-19, moradora da cidade de São Jorge aguardava vaga no Hospital São João Batista

publicidade

Uma idosa de 73 anos não resistiu e acabou morrendo, na última quinta-feira, no Hospital São João Batista de Nova Prata, enquanto aguardava por um leito de UTI Covid pelo SUS.

Conforme o administrador do hospital, Marcos Santori, a idosa moradora do município de São Jorge, foi intubada, na segunda-feira, 22, num leito de enfermaria e havia sido inscrita na central de regulação de vagas. Entretanto, não surgiu vagas liberadas naquela região, devido ao colapso no sistema de saúde no Rio Grande do Sul. O Hospital São João Batista é referência para oito municípios da região para esse tipo de atendimento.

Santori explicou que quando disponibiliza um leito, a central de regulação faz a comunicação via sistema. “Não houve negativa de leito, o que aconteceu foi que não havia vaga disponível para atendê-la devido à grave situação que o Estado enfrenta em função da Covid-19.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895