Mais de 30 mil pessoas circularam pela Gare Estação de Passo Fundo desde a inauguração
capa

Mais de 30 mil pessoas circularam pela Gare Estação de Passo Fundo desde a inauguração

Espaço público que une cultura, lazer e gastronomia é fruto de uma Parceria Público Privada (PPP) na antiga estação férrea da cidade

Por
Agostinho Piovesan

Gare Estação Gastronômica, espaço de 600 metros quadrados, está localizado no coração da cidade de Passo Fundo, na Avenida Sete de Setembro

publicidade

A Gare Estação Gastronômica, espaço de 600 metros quadrados na avenida Sete de Setembro, em Passo Fundo, já recebeu cerca de 30 mil pessoas desde a inauguração, há quatro meses. O local,  que une cultura e lazer e onde historicamente funcionou a antiga estação férrea, é fruto de  Parceria Público-Privada (PPP) promovida pela prefeitura. Além de 11 opções gastronômicas, a área abriga a Galeria Estação da Arte, dedicada à valorização de produções de artistas locais e também atividades culturais. 

O prefeito  de Passo Fundo, Luciano Azevedo, conta que o prédio da antiga viação férrea  foi modernizado sem perder as características arquitetônicas originais.  “Tudo foi pensado para que a comunidade pudesse voltar a usufruir de mais um espaço público revitalizados da cidade, como acontece com o Parque da Gare”, destaca.  

A estação férrea de Passo Fundo foi construída entre 1898 e 1920. Tombado como patrimônio histórico e cultural de Passo Fundo, o prédio foi construído entre 1898 e 1920 para, originalmente, abrigar a estação de passageiros, o telégrafo e os escritórios pertencentes ao sistema de transporte ferroviário do município. O mestre em História Ney Eduardo Possapp d’Avila relata  que  a edificação era uma unidade de outras diversas que formavam a Gare Ferroviária, conhecida, hoje, como Parque da Gare. O complexo sediava ainda armazéns, parque de manobras e residências de funcionários.

O secretário de Cultura de Passo Fundo, Henrique Fonseca, afirma que, a partir dessa iniciativa de fazer um casamento entre a valorização e recuperação desse prédio histórico com a iniciativa privada, foi estabelecido um espaço semelhante ao que se encontra nos grandes centros mundiais. “Temos a união entre gastronomia, com vários pontos de operação, e a valorização da arte, e assim as manifestações culturais de Passo Fundo não perderam um espaço, mas ganharam um lugar valorizado, pois tudo é cultura, tudo é história”, observa.

O funcionamento da Gare é de segunda a sexta-feira, das 11h30min às 13h30min e das 18h às 23h, no sábado é das 11h30min às 23h e no domingo das 11h30min às 22h.