Ministério da Saúde envia 30 respiradores para Chapecó

Ministério da Saúde envia 30 respiradores para Chapecó

Município contabiliza 5,3 mil casos ativos do novo coronavírus

Agostinho Piovesan

A cidade com 224 mil habitantes contabiliza 263 mortes pelo Covid-19

publicidade

A Administração Municipal de Chapecó informou que chegaram, neste sábado, 30 respiradores enviados pelo Ministério da Saúde. Os equipamentos foram transportados por um avião da Força Aérea Brasileira. Com isso, é ampliada a estrutura de atendimento de pessoas em estado grave, afetadas pelo Covid-19.

Ontem foi anunciada a morte de mais 15 pessoas afetadas pelo coronavírus.Chapecó registra 263 óbitos pelo Covid-19. O número de casos ativos da doença chega a 5,3 mil na cidade com 224 mil habitantes. O prefeito João Rodrigues disse que 15 respiradores estão sendo instalados na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), ampliando o número de uma UTI de Passagem, dando melhores condições de atendimento. Outros 15 equipamentos começam a ser utilizados no Hospital Regional do Oeste (HRO), onde pacientes aguardam pelo atendimento especializado.

São 45 pacientes internados na UPA. Na semana passada a Administração Municipal abriu 30 leitos de enfermaria no Centro de Eventos Plínio Arlindo de Nes e pretende abrir mais 40 nos próximos dias. No sábado, 13 profissionais da Força Nacional de Saúde (FSN), entre enfermeiros, auxiliares e fisioterapeuta, começaram a trabalhar na UPA.

Na noite de sábado, um grupo de pessoas fez uma corrente de oração em frente ao Hospital Unimed de Chapecó. Um vídeo que circula nas redes sociais, mostra várias pessoas ajoelhadas enquanto oravam pelas pessoas internadas em Chapecó por conta do coronavírus. A corrente era formada por parentes de pacientes internados, após terem sido infectados pelo coronavírus.

Ainda neste sábado, a Administração Municipal tornou público o Decreto Municipal n° 40.320, publicado na última quinta-feira. A medida foi tomada para facilitar a execução de medida de enfrentamento ao colapso da saúde no município do Oeste de Santa Catarina.

Segundo o decreto, fica declarado estado de calamidade pública para todos os fins de direito no município de Chapecó. Conforme a medida, aos órgãos e entidades da Administração Municipal é autorizada a adoção de medidas administrativas necessárias à imediata resposta por parte do Poder Executivo ao enfrentamento da pandemia da Covid-19.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895