Municipários de Uruguaiana protestam contra retorno às aulas presencias

Municipários de Uruguaiana protestam contra retorno às aulas presencias

Manifestantes estiveram em frente à Secretaria Municipal de Educação

Fred Marcovici

Manifestantes estiveram em frente à Secretaria Municipal de Educação e na sequência, na Esplanada da Justiça, em frente ao Ministério Público Estadual

publicidade

Um grupo de dirigentes e funcionários do Sindicato dos Municipários de Uruguaiana (SIMUR) realizou ato de protesto, nesta quinta, contra o retorno às aulas presenciais. De acordo com Silnara Muniz Barreto, secretária da entidade, o manifesto contou com 400 cruzes de madeira elaboradas pela equipe – representando as 400 mortes, registradas até então, por Covid-19 na cidade. “Foi um alerta ao atual quadro e uma maneira de chamar a atenção conforme o acordado na última assembleia da categoria em que buscava-se a retomada das aulas apenas após a aplicação da segunda dose de vacina em professores e funcionários”, diz.

Inicialmente os manifestantes estiveram em frente à Secretaria Municipal de Educação (SEMED) e na sequência, na Esplanada da Justiça, em frente ao Ministério Público Estadual. Silnara enfatizou que o grupo montado obedeceu a todos os protocolos sanitários exigidos, como o uso de máscaras, distanciamento e higienização.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895