Pandemia provoca queda de 50% nas vendas de Páscoa em Santa Cruz do Sul
capa

Pandemia provoca queda de 50% nas vendas de Páscoa em Santa Cruz do Sul

Levantamento foi feito pela Câmara dos Dirigentes Lojistas da cidade

Por
Otto Tesche

Os dados coletados pela CDL, revelam que a Páscoa tem impacto nas vendas em 54% das empresas pesquisadas.


publicidade

Um levantamento da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Santa Cruz do Sul, realizado na semana passada junto aos associados, mostrou que o fechamento do comércio no período da Páscoa, por causa do novo coronavírus, impactou profundamente o setor. Um total de 251 lojistas dos segmentos de agropecuária, brinquedos, calçados, chocolates e doces, concessionárias e revendas de carros, cooperativas, imobiliárias, lojas de informática e outros segmentos responderam à pesquisa. A grande maioria estima uma queda superior a 50%.

Os dados coletados revelam que a Páscoa tem impacto nas vendas em 54% das empresas pesquisadas. Outro dado aponta que quase 70% dos estabelecimentos ouvidos sofreram total influência da pandemia no desempenho das suas vendas no período de fechamento do comércio, em função do isolamento. Ainda no período do isolamento social, 53,2% das empresas não realizaram demissões, enquanto 36,8% dispensaram no mínimo um colaborador e outros 10% demitiram dois ou mais.


O vice-presidente da CDL do município, Ricardo Fernando Bartz, informou que o comércio foi muito impactado numa de suas principais datas pela pandemia. “Acredito que a Páscoa seja o início deste ano difícil que teremos pela frente. O setor ficou muito tempo com as portas fechadas, sem poder vender e sem movimentação financeira. E o impacto seguirá ao longo deste ano. Será necessário ações criativas para que se possa atrair o consumidor para as lojas e atender as suas necessidades.”