Parcão de Novo Hamburgo renova Plano de Manejo
capa

Parcão de Novo Hamburgo renova Plano de Manejo

Audiência pública ocorrerá em setembro para apresentação do texto final

Por
Stephany Sander

Plano de Manejo do Parcão estabelece o uso compartilhado entre a população

publicidade

Ocorreu nessa quinta-feira, a última reunião técnica envolvendo o Plano de Manejo do Parque Henrique Luiz Roessler, o Parcão de Novo Hamburgo. Após este segundo debate com a comunidade, uma audiência pública, para apresentação final do texto, ocorrerá na Câmara Municipal no mês de setembro.

Sendo a única Unidade de Conservação (UC) do município, e tendo passado por obras de melhorias e investimentos, o parque está renovando seu Plano de Manejo, que estabelece o uso compartilhado entre a população, sem deixar de lado a questão da  preservação ambiental. “As pessoas continuarão usufruindo o parque, respeitando seu ambiente natural. O Plano não representa impedimento de uso, mas sim um regramento para que todos possam usar e preservar o seu espaço,” explica o secretário de Meio Ambiente, Udo Sarlet.

Entre as principais ações que o plano prevê estão o regramento nas questões de educação ambiental, comunicação, fiscalização, programas de pesquisas e, especialmente, corte e manejo das espécies de árvores exóticas invasoras, destacando que o corte de árvores é sempre motivo de polêmica entre a comunidade.

No entanto, ele é necessário quando se fala em preservação de uma Unidade de Conservação. “Espécies como pinheiro, jambolão e eucalipto precisam ser removidas, pois elas se proliferam sem controle e representam uma ameaça para espécies nativas e para o equilíbrio dos ecossistemas. Nos últimos anos tivemos um crescimento muito grande de árvores tanto exóticas quanto nativas”, explica o secretário.