Prefeito de São Martinho da Serra afasta funcionário suspeito de desvio de recursos

Prefeito de São Martinho da Serra afasta funcionário suspeito de desvio de recursos

Montante do valor desviado será revelado na segunda-feira

Renato Oliveira

Prefeito de São Martinho da Serra foi informado dos desvios pelo gerente do banco que cuida das contas do município

publicidade

O prefeito Gilson de Almeida, de São Martinho da Serra, localizado na região Centro do Estado, confirmou neste sábado que afastou o tesoureiro do Executivo Municipal por suspeita de desvio de recursos. Ele trabalha há 15 anos como funcionário e, além de tesoureiro, era integrante da comissão de licitações.

O prefeito recebeu a denúncia através do gerente do Banco do Brasil, agência central de Santa Maria, onde a prefeitura tem a sua conta. Almeida informou à reportagem do Correio do Povo que os desvios tiveram início em novembro de 2018 e a maior soma ocorreu no mês de abril. O Executivo também irá investigar se não ocorreram desvios na conta que possui no Banrisul.

Na próxima segunda-feira, a prefeitura pretende informar o montante do desvio que deve ultrapassar a R$ 100 mil, segundo o prefeito. A reportagem conversou por telefone com o funcionário suspeito do desvio e o mesmo somente irá se manifestar na próxima segunda-feira acompanhado do advogado. A ocorrência foi registrada na Polícia Civil e na Federal, já que os valores estavam depositados no Banco do Brasil. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895