Prefeitos e empresários pedem flexibilização de restrições na Serra gaúcha

Prefeitos e empresários pedem flexibilização de restrições na Serra gaúcha

Dados econômicos regionais foram apresentados em reunião

Halder Ramos

publicidade

Os prefeitos da Serra estão pressionando o governo estadual na tentativa de flexibilizar as restrições impostas para o setor turístico no Modelo de Distanciamento Controlado. Em reunião com o secretário de Articulação e Apoios aos Municípios, Agostinho Meirelles, e o secretário estadual de Turismo, Ronaldo Santini, o prefeito de Gramado, Nestor Tissot, e empresários locais mostraram dados econômicos regionais.

Entre os dados, está uma pesquisa encomendada pelo Sindicato da Hotelaria, Restaurantes, Bares, Parques, Museus e Similares da Região das Hortênsias (SindTur). O estudo revela que 59,8% das empresas fecharão definitivamente as portas nos próximos 60 dias caso nenhuma medida seja tomada pelo Governo do Estado.

Os empresários apresentaram o que consideram mínimo do teto de ocupação das atividades econômicas para garantir a sobrevivência das empresas, além da flexibilização de horários e finais de semana. “Apelamos para que sejam liberados ao menos 25% das atividades econômicas ainda fechadas pelos protocolos sanitários do governo do Estado, bem como a abertura dos comércios não-essenciais aos finais de semana. Os estudos comprovam que não há ligação entre o turismo e as novas ondas da pandemia”, disse o prefeito. Os pedidos foram analisados pelo Gabinete de Gerenciamento de Crise, responsável pela criação dos protocolos, e a expectativa é que ocorra uma flexibilização na sexta-feira.

Em outra reunião com o governador Eduardo Leite, a secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann, e outros secretários, o prefeito de Canela, Constantino Orsolin, que é presidente da Associação dos Municípios de Turismo da Serra (Amserra), buscou a flexibilização para parques temáticos e restaurantes.

Já o secretário de Turismo de Canela, Ângelo Sanches, e a diretora de Eventos da pasta, Camila Pavanatti, entregaram nesta terça-feira o plano estratégico para retomada do turismo em Canela e na Região das Hortênsias. O documento foi apresentado ao secretário Estadual de Turismo, Ronaldo Santini, e ao coordenador técnico da área de Turismo da Famurs, Mário Nascimento.

Conforme Sanches, tanto o poder público como a iniciativa privada, por meio dos parques, museus e restaurantes, realizaram grandes investimentos para atender os protocolos de prevenção e segurança dos visitantes e colaboradores dos empreendimentos. “Apresentamos todas as medidas adotadas, que resultaram em uma certificação internacional de turismo seguro em tempos de pandemia. Nada mais justo do que termos nossos pedidos de flexibilização atendidos pelo governo do Estado”, avalia o secretário.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895