Projeto social que oferece refeições é retomado em Caxias do Sul

Projeto social que oferece refeições é retomado em Caxias do Sul

Programa garante alimentação para crianças, adolescentes, moradores de rua e idosos em situação de vulnerabilidade social.

Celso Sgorla

Programa garante alimentação para crianças, adolescentes, moradores de rua e idosos em situação de vulnerabilidade social.

publicidade

O programa “Banco de Refeições Coletivas: Prato Solidário”, com o qual são arrecadadas refeições a partir de doações por empresas foi retomado em Caxias do Sul nesta segunda-feira.

O projeto desenvolvido pela Diretoria de Segurança Alimentar e Nutricional da Secretaria Municipal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SMAPA), em parceria com a Fundação Caxias capta os alimentos que foram elaborados nas cozinhas industriais e os envia para entidades cadastradas na SMAPA, garantindo refeições para crianças, adolescentes, moradores de rua e idosos em situação de vulnerabilidade social.

Antes da pandemia do coronavírus, 15 entidades eram beneficiadas com aproximadamente 1 mil refeições diárias. A expectativa, no primeiro momento, é de retomada com cerca de 200 refeições.

A diretora técnica de Segurança Alimentar e Nutricional, Cristina Gregoletto, valoriza a destinação dos alimentos já processados. “O Prato Solidário combate o desperdício de alimentos, ao mesmo tempo em que garante a oferta a quem realmente precisa, gerando economia também às instituições”, destaca.

Thabata Pedroni, nutricionista responsável pelo projeto, pontua a importância das doações pelos empreendedores. “Neste primeiro momento, estamos destinando refeições somente para duas entidades. A Diretoria de Segurança Alimentar e Nutricional e a Fundação Caxias estão em busca de empresas que queiram doar alimentos excedentes e precisamos do apoio da comunidade para conseguirmos as refeições” salienta. A SMAPA dispõe de veículos para a coleta das doações e respectiva entrega nas entidades cadastradas no programa.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895