Regional de Santa Maria realiza vigilância ativa em aves

Regional de Santa Maria realiza vigilância ativa em aves

Objetivo foi monitorar a presença de vírus que podem trazer grandes prejuízos para a avicultura: a Influenza Aviária e a Doença de NewCastle

Renato Oliveira

publicidade

Os técnicos da Regional de Santa Maria da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) vem promovendo ações de vigilância na Região Centro do Estado tendo como foco aves. Recentemente foram realizadas duas ações no município de Formigueiro. Duas granjas foram visitadas e em uma delas houve coleta de amostras. O objetivo desse trabalho é monitorar a presença de dois vírus muito importantes e que podem trazer grandes prejuízos para a avicultura: a Influenza Aviária e a Doença de NewCastle.

A atividade faz parte das ações do Programa Estadual de Sanidade Avícola (Pesa), sendo realizadas amostragens em diversas granjas em todo o Estado. Conforme o fiscal estadual agropecuário Emerson Cassol, a propriedade selecionada foi uma granja de postura, sendo coletado material de galinhas de descarte através de swab (espécie de cotonete) da traqueia e da cloaca.

“Todo o material coletado é enviado para o Pesa em Porto Alegre e encaminhado para laboratório para detectar se existe a circulação dos vírus no Rio Grande do Sul”, explica.

O principal objetivo desse trabalho, além de ter controle de zoonoses (doenças transmissíveis ao ser humano), é evitar os prejuízos econômicos que o surgimento de casos dessas doenças poderiam trazer. Hoje o Brasil e o Rio Grande do Sul são considerados livres de NewCastle e Influenza Aviária e o país está entre os maiores exportadores mundiais de carne de frango.

“Casos dessas doenças poderiam levar a barreiras sanitárias impostas por outros países, cancelando exportações e trazendo grandes prejuízos financeiros”, salienta Cassol.

Além do fiscal Emerson Cassol, também estiveram presentes na ação o fiscal estadual agropecuário Rômulo Depner, o médico veterinário responsável técnico pela granja, Leandro Magon, e o professor de doenças das aves da Universidade Federal de Santa Maria, Helton Fernandes dos Santos.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895