Ronda Social é retomada em São Borja

Ronda Social é retomada em São Borja

Albergue Municipal disponibiliza 12 vagas para homens e mulheres

Fred Marcovici

A permanência no CRAS Boa Vista é de até três dias

publicidade

O rigor do frio dos últimos dois dias e os cuidados redobrados na prevenção à Covid-19 levaram a Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS) de São Borja a retomar, nesta semana, os serviços da Ronda Social. Eles são colocados à disposição no período de inverno. Um dos focos é assegurar assistência às pessoas em situação de rua, incluindo reforço alimentar.

Utilizando-se de verbas do orçamento municipal e recursos federais, a SDS passou a oferecer refeições duas vezes por dia para pessoas em situação de desvantagem social e vulnerabilidade. No período do almoço, ao menos 35 marmitas são distribuídas no espaço onde está instalado o Restaurante Popular, junto à secretaria. As refeições são produzidas pela própria equipe do restaurante.

Já no início da noite, entre 17h e 21h, é desenvolvido o serviço da Ronda Social. A ação oferece o jantar aos idosos e deficientes em situação de risco, sendo captados pelas equipes do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e ainda oferece à pessoa, em situação de rua, a possibilidade de recolher-se ao albergue.

O Albergue Municipal funciona no antigo CRAS da vila Boa Vista, disponibilizando 12 vagas masculinas e femininas. Além de pernoitar no local, é possível fazer a higiene pessoal completa, recebendo jantar e café da manhã. A permanência no local é de até três dias, mas, devido as dificuldades do momento, o Centro de Referência Especializada em Assistência Social (CREAS) autoriza períodos mais longos de acordo com o caso.

A administração municipal confirmou, nessa terça-feira, que havendo necessidade, um segundo albergue será instalado na cidade, no período de inverno. O local previsto é o prédio do antigo Centro Social Urbano, no bairro Itacherê. Também é motivo para abertura de uma outra casa de passagem, a necessidade de evitar aglomerações, reduzindo riscos de contágio pelo novo coronavírus.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895