São Leopoldo anuncia retomada do mutirão das cirurgias eletivas

São Leopoldo anuncia retomada do mutirão das cirurgias eletivas

Município investirá R$ 1 milhão de recursos próprios para a ação

Stephany Sander

publicidade

A Fundação Hospital Centenário, de São Leopoldo, investirá R$ 1,5 milhão na retomada do mutirão de cirurgias eletivas. Estão inclusos no pacote procedimentos que envolvem vesícula, pedra nos rins, reconstrução mamária, entre outros. Ao todo, serão realizadas mais de 700 operações em moradores da cidade até o final do ano. Na sequência, outras 300 serão agendadas. O anúncio ocorreu durante uma live do prefeito Ari Vanazzi, que recordou que as cirurgias eletivas estavam sendo realizadas de forma bem mais ágil antes do início da pandemia. “Em 2019 havíamos praticamente zerado a fila. No entanto, a pandemia nos obrigou a diminuir o serviço, que agora será retomado", disse.

O município investirá R$ 1 milhão de recursos próprios para a ação. Outros R$ 200 mil virão de verbas federais, além de R$ 300 mil de emendas parlamentares do deputado federal Dionilso Marcon (PT). As primeiras cirurgias iniciam já na próxima semana no Hospital Centenário com pacientes de hérnias incisionais e depois as demais hérnias. Com exceção das cirurgias de litíase renal, que é a quebra das pedras no rim com laser, que serão realizadas no Hospital Regina de Novo Hamburgo, e as de cirurgias de varizes, que serão realizadas no Centro Capilé, todas as demais serão realizadas no Hospital Centenário.

A presidente da instituição, Lilian Silva, informou que os exames pré-operacionais iniciam na próxima semana. “Serão feitas, em média, 12 cirurgias por dia, em regime de mutirão, de segunda a sábado”, reforçou. A Secretaria Municipal de Saúde entrará em contato com os pacientes nos próximos dias. No entanto, as pessoas que possuem encaminhamento e estão aguardando através da regulação da saúde, podem ligar para o telefone (51) 2200-0723, das 8h às 14h, e atualizar os dados cadastrais. Serão realizados 712 procedimentos cirúrgicos.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895