Salão Holler receberá visita técnica do Iphae em Ivoti
capa

Salão Holler receberá visita técnica do Iphae em Ivoti

Desde 2014 é debatido projeto de restauração do patrimônio histórico

Por
Stephany Sander / Especial CP

Expectativa da prefeitura é que imóvel seja restaurado

publicidade

Está agendada para a próxima sexta-feira uma visita de técnicos do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Estadual (Iphae) ao Salão Holler, em Ivoti. O imóvel, com 547 metros quadrados de área, localizado na avenida Presidente Lucena, no Centro da cidade, é considerado a maior edificação do Estado na técnica alemã enxaimel e foi tombada como patrimônio histórico estadual em janeiro de 2014. Desde então, um projeto para restauração vem sendo debatido, porém sem expectativa para ser executado. “Queremos dar uso a este imóvel tão importante para a história da cidade. Precisamos de um projeto e de recursos para viabilizar a restauração”, destaca o prefeito de Ivoti, Martin Kalkmann. 

Segundo ele, o prédio deve abrigar a Secretaria de Educação, além de ter espaços para palestras e eventos e salas de reuniões. A Casa Holler, com dois pavimentos e sótão, foi originalmente construída como residência e salão de baile. O térreo, parcialmente subterrâneo, apresenta paredes externas de alvenaria e pedra grés. Já o piso superior tem peças de madeira estruturais aparentes e fechamento em alvenaria. 

Quando deixou de funcionar como salão de baile, a edificação foi transformada em fábrica de tamancos e selas e depois em casa de cômodos, até ser fechada devido à má conservação da estrutura, o que levou ao pedido de tombamento. “Esperamos que o restauro possa ser feito até dezembro deste ano”, diz o prefeito.