Santo Ângelo cria pontos de cadastramento para auxílio emergencial

Santo Ângelo cria pontos de cadastramento para auxílio emergencial

Todos os pontos possuem equipamentos para a prática de higienização das mãos e o uso de máscara

Felipe Dorneles

Pontos de cadastramento para auxílio emergencial começam a funcionar em Santo Ângelo.

publicidade

O governo federal ainda está recebendo cadastro de pessoas que têm o direito de receber o Auxílio Emergencial, benefício criado a partir do cenário de pandemia do novo coronavírus. Em Santo Ângelo, o poder Executivo criou pontos de cadastramento para ajudar possíveis beneficiários a se cadastrar no programa.

São oito pontos: dois em Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) e seis escolas municipais. Os servidores que atuam nos pontos receberam orientações da Caixa Econômica Federal. O Executivo entende que como é um programa novo, é preciso auxiliar a comunidade. Há relatos de pessoas com dificuldades para baixar o aplicativo e se cadastrar para receber o auxílio de R$ 600.

Todos os pontos possuem equipamentos para a prática de higienização das mãos e o uso de máscara. Caso a pessoa não possua, a máscara é distribuída pela equipe do ponto. Também é importante que as pessoas que forem aos locais respeitem as orientações de combate ao novo coronavírus, evitando aglomerações e mantendo o distanciamento na fila. Os pontos funcionam das 9h às 11h.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895