Sapucaia do Sul retorna às medidas adotadas pela bandeira vermelha

Sapucaia do Sul retorna às medidas adotadas pela bandeira vermelha

Regras do Distanciamento Controlado seguem em vigor até a próxima segunda-feira

Stephany Sander

Sapucaia do Sul retornou para a zona de bandeira vermelha nesta semana

publicidade

A cidade de Sapucaia do Sul retornou para a zona de bandeira vermelha conforme mapa definitivo do modelo de Distanciamento Controlado divulgado nessa segunda-feira pelo Governo do Estado. As regras desta bandeira estão em vigor desde terça-feira e valem até a próxima segunda-feira, dia 14. 

Conforme o protocolo de medidas restritivas previsto no decreto municipal 4511, estabelecimentos comerciais não essenciais podem funcionar de quarta-feira a sábado, das 10h às 17h, respeitando teto de ocupação de 25%. Lavagens de carro seguem os mesmos dias e horários de atendimento do comércio não essencial, mas somente pode atender um cliente por vez. 

Salões de beleza e barbearias podem operar obedecendo os critérios de 25% de ocupação, com atendimento individualizado e respeitando o distanciamento de 4 metros entre clientes. As academias devem realizar o atendimento individualizado, garantido que o espaço seja de no mínimo 16 metros quadrados e a ocupação máxima de 25% do espaço total, incluídos trabalhadores e clientes. Segue proibida a prática de esportes de contato, assim como o uso de bebedouros e chuveiros. 

Os restaurantes podem servir, no local, de terça-feira a sábado, das 9h às 16h, reforçando os protocolos obrigatórios, como higienização e distanciamento entre as mesas, 50% dos trabalhadores e lotação de até 25% da capacidade do estabelecimento. Fica autorizado apenas que sejam servidos pratos a la carte e prato feito (buffets de auto-serviço seguem proibidos). 

Lanchonetes e lancherias poderão funcionar exclusivamente com tele-entrega, pague e leve e drive thru, não sendo permitido que as pessoas comam no local. Missas e cultos religiosos são permitidos com no máximo 30 pessoas e observando a ocupação de até 10% de público, e distanciamento entre os participantes.   

Praças e espaços públicos de lazer seguem interditados; e bares, boates e casas noturnas estão proibidos de funcionar. Também segue suspensa a realização de festas e eventos. As aulas presenciais da rede pública e privada, assim como em estabelecimentos educativos, de apoio pedagógico ou de cuidados a crianças, também seguem suspensas.  

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895