Unidade de Saúde Especializada será ampliada em Sapiranga

Unidade de Saúde Especializada será ampliada em Sapiranga

Ação proporcionará mais espaço e qualidade no pré-atendimento ao paciente

Stephany Sander

Após a reforma, a previsão é que os atendimentos aumentem em 20%

publicidade

A Unidade de Saúde Especializada (USE) de Sapiranga será ampliada e remodelada. Um dos objetivos é ampliar o setor de fisioterapia para atender de maneira mais ágil e humanizada todo paciente que aguarda por consulta médica. O investimento, recurso livre do município, será de cerca de R$ 277 mil. Atualmente, a estrutura conta com sete consultórios, uma recepção com capacidade para 40 pessoas e o setor de fisioterapia com outras quatro salas. Após a reforma, a previsão é que os atendimentos aumentem em 20%.

A Unidade contará com nove consultórios, uma recepção geral remodelada, com capacidade para 78 pessoas e mais três espaços para cadeira de rodas, além da construção de sala de espera e recepção próprias para o setor de fisioterapia. O intuito é também proporcionar mais espaço e qualidade no pré-atendimento ao paciente que aguarda pela consulta da especialidade, visto que muitos estão em situação de difícil ou impossibilitados de locomoção.

Hoje, a área de fisioterapia não possui recepção e sala de espera específicos para atender os pacientes. Com a criação dos novos espaços, a intenção é disponibilizar 15 lugares fixos, mais três locais para cadeira de rodas, além de viabilizar acesso de ambulância e carro adaptado diretamente na recepção. São, em média, 125 pacientes atendidos por dia no setor e os atendimentos atualmente estão sendo agendados dentro de um mês e, conforme a especialidade, em até uma semana.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o que demanda mais atenção é a procura por fisioterapia, principalmente desde o início da pandemia de Covid-19, que contribui para o aumento da procura pela especialidade, pois o vírus pode deixar sequelas pulmonares que necessitam de acompanhamento profissional.

Para atendimento desta demanda, a Administração contratou, de forma emergencial, duas fisioterapeutas, o que possibilitou a antecipação da fila de espera para consultas de pacientes novos e agendamento, de uma semana para outra, para pacientes em pós-operatório e casos graves, como Acidente Vascular Cerebral (AVC) agudos.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895