Uruguaiana ganhará modernização e maior eficiência na distribuição de água

Uruguaiana ganhará modernização e maior eficiência na distribuição de água

Concessionária realizará uma ação programada para a noite desta segunda-feira

Fred Marcovici

Nesta segunda-feira, a partir das 23h, será realizado o teste de estanqueidade

publicidade

Visando aprimorar e modernizar o sistema de abastecimento de água de Uruguaiana, a BRK Ambiental, concessionária responsável pelos serviços de saneamento básico no município, realizará ação programada no sistema de abastecimento de água com o objetivo de combater as perdas na rede de distribuição da cidade. Nesta segunda-feira, a partir das 23h, será realizado o teste de estanqueidade (verificação de vazamento)  de uma nova adutora, tubulação em PVC DEFoFo 300mm, que funcionará a partir da Estação de Tratamento de Água (ETA) até o reservatório da rua Dr. Maia. 

O trabalho está programado para ser realizado durante a madrugada para que o eventual desabastecimento de trechos da rede de distribuição durante o processo não afete a rotina dos consumidores na manhã seguinte. A intervenção faz parte do Plano de Investimentos da Concessionária, sendo mais uma das etapas do PRP - Programa de Redução de Perdas, além de possibilitar maior disponibilidade de vazão para abastecimento da região denominada “zona alta”, que compreende os bairros localizados nas partes mais elevadas da cidade e mais distantes da ETA. 

O programa contará ainda com a implantação de uma nova estação de bombeamento de água tratada, mais eficiente. Ao final do plano de investimentos, o sistema passará a ter canalizações independentes para cada região, setorizando a distribuição e permitindo equilibrar a pressão por toda a malha da rede, proporcionando maior estabilidade para o abastecimento de água. 

"O Programa de Redução de Perdas de um sistema de distribuição de água potável é uma das ações mais importantes para qualidade do serviço prestado ao cliente e eficiência de toda a operação. Os vazamentos que são rotineiramente reparados por equipes especializadas são provocados por rompimentos das tubulações, o que ocasiona falta de água e baixa de pressão pontualmente. O objetivo final do PRP não se restringe a fazer o reparo dos vazamentos de forma ágil; o fundamental é investir para que os vazamentos deixem de ocorrer", explicou Cleber Renato, diretor do Contrato de Concessão em Uruguaiana-RS.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895