capa

Porto Alegre registra maior deflação do país com redução de 0,41%, diz IBGE

Segundo instituto, resultado foi puxado pela queda dos preços dos combustíveis e das frutas

Por
Correio do Povo

Preço da bergamota reduziu no período da pesquisa IPCA

publicidade

Entre as capitais pesquisadas para a composição do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), Porto Alegre registrou a maior deflação do país no mês de junho. O IPCA, considerado o indicador de inflação oficial calculado pelo IBGE, ficou em -0,41%. Nacionalmente, o índice teve aumento de 0,01%. Apesar do resultado positivo, a inflação acumulada do ano é de 1,97%. Em 12 meses, chega a 3,07%.

Na região Metropolitana de Porto Alegre, o IPCA foi influenciado pela queda nos preços das frutas e da gasolina, em especial. Os valores dos gêneros alimentícios - frutas e feijão carioca - vinham caindo nos últimos três meses.

O maior impacto na inflação foi detectado pela queda do preço da gasolina. No país, o combustível ficou 2,04% mais barato, em média. Na região Metropolitana de Porto Alegre, o insumo teve queda 4,66% em relação ao mês de maio, contribuindo decisivamente para puxar a inflação para baixo.