IGP vai estudar material coletado em escombros de prédio destruído da SSP em Porto Alegre

IGP vai estudar material coletado em escombros de prédio destruído da SSP em Porto Alegre

Demolição das estruturas será feita somente com o encerramento efetivo do trabalho do IGP

Correio do Povo

Estruturas restantes serão demolidas

publicidade

A Divisão de Engenharia do Departamento de Criminalística do Instituto-Geral de Perícias não pretende por enquanto retornar aos escombros do prédio da Secretaria da Segurança Pública, que desabou após incêndio no dia 14 deste mês, em Porto Alegre.

Os peritos criminais do IGP vão estudar a partir de agora o que já coletaram no local da tragédia, que resultou ainda nas mortes de dois bombeiros militares, o 1º tenente Deroci de Almeida da Costa, 46 anos, e o 2º sargento Lúcio Ubirajara de Freitas Munhós, 51 anos, durante o combate ao fogo.

A demolição das estruturas será feita somente com o encerramento efetivo do trabalho do IGP no local. A construção de uma nova sede no local ou não ainda não está definida pelo governo.

A SSP determinou uma sindicância administrativo-disciplinar instaurada para apurar causas e danos do sinistro, com prazo de 30 dias. Já a 17ª DP da Polícia Civil está encarregada do inquérito policial.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895