Candidaturas a Porto Alegre lançam os primeiros jingles

Candidaturas a Porto Alegre lançam os primeiros jingles

Composições apostam em diferentes estilos para atrair eleitores

Correio do Povo

A campanha eleitoral no Rádio e TV começa nesta sexta-feira

publicidade

A campanha eleitoral no Rádio e TV começa nesta sexta-feira, mas quatro dos 13 candidatos que disputam a prefeitura de Porto Alegre neste ano já lançaram oficialmente os seus jingles. Fernanda Melchionna, Gustavo Paim, Juliana Brizola e Manuela D'Ávila apostaram em ritmos diferentes e trazem características únicas nas músicas.

O samba se fez presente no jingle da candidata pelo Psol, Fernanda Melchionna, que traz uma letra que envoca o slogan da campanha "Porto Alegre pede mudança" assim como o número 50. 

Veja Também

Separamos um trecho do refrão: 
Porto Alegre pede coragem
O futuro a gente que inventa
Eu vou de Fernanda e Márcio 
Meu voto é 50!


Gustavo Paim (PP) apostou em um refrão marcante com o seu slogan: "Deu de crise, Porto Alegre". A letra apresenta o perfil do candidato como um cara "do bem" e disposto a resolver os problemas da cidade.

Separamos um trecho do refrão: 
Deu de crise Porto Alegre
Pra ti, pra mim, é Gustavo Paim
Deu de crise Porto Alegre
pa-pa-pa-paim!


Com um clipe em forma de animação com as cores da candidata, Juliana Brizola (PDT) apostou em um refrão cantado em coro, uma melodia dançante e uma frase simbólica no final. 

Separamos um trecho do refrão: 
Porto, Alegre de novo 
Porto Alegre do povo
Eu e você!


Já o jingle da candidata Manuela D'Avila (PCdoB) deu destaque ao seu nome, associando a sua vitória à ideia de esperança e mudança.  

Separamos um trecho do refrão: 
Agora é Manuela
Mudança é com ela 
A gente é Manuela
É a nossa voz pra vida melhorar!


Os candidatos João Derly (PP), José Fortunati (PTB), Júlio Flores (PSTU), Luiz Delvair Martins (PCO), Montserrat Martins (PV), Nelson Marchezan Jr. (PSDB), Rodrigo Maroni (PROS) e Valter Nagelstein (PSD) não lançaram jingles até o momento presente. Em suas redes sociais, Sebastião Melo (MDB) já anunciou que a melodia está em produção. 

 


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895