Em meio à lentidão na divulgação dos resultados, TRE-RS reinicia sistema de apuração

Em meio à lentidão na divulgação dos resultados, TRE-RS reinicia sistema de apuração

Após mais de duas horas e meia do fechamento das urnas, apenas 7,5% dos votos eram conhecidos em Porto Alegre

Correio do Povo

Atraso na divulgação dos resultados marca início da apuração

publicidade

A demora na divulgação dos resultados marca o início da apuração das eleições de 2020. Passadas mais de duas horas do fechamento das urnas, pouco mais de 7,5% dos votos haviam sido contabilizados em Porto Alegre. A situação se repete na maioria das regiões do país. 

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RS), o atraso na divulgação foi motivado por uma troca no sistema de apuração, com a necessidade de os votos serem centralizados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília, onde há uma grande sobrecarga de dados oriundos das mais de 5 mil cidades.

No Rio Grande do Sul, o sistema chegou a ser reiniciado ainda antes da 19h, por conta de um problema em um dos relatórios do sistema de totalização. Mas passada quase meia hora desde então, nenhuma nova atualização havia sido divulgada. Ainda assim, a expectativa do TRE-RS é de concluir todo o processo até por volta de 21h. No entanto, às 20h45min, o número de sessões totalizadas na apuração ainda não chegava a 80%. 

O atraso acabou afetando a agenda dos candidatos à Prefeitura de Porto Alegre, que tinham programado suas manifestações para serem feitas por volta das 19h. 

Por volta das 22h30min, em coletiva,o TRE-RS informou que quase a totalidade dos votos já haviam sido computados. No entanto, a divulgação do resultado depende do TSE. Os representantes do tribunal não se comprometeram com um horário exato para o encerramento da apuração. 

Veja Também

Nota oficial do TSE 
Em razão de uma lentidão no processo de totalização dos votos (soma dos votos), está ocorrendo um atraso para a divulgação dos resultados da apuração.

Os dados estão sendo remetidos normalmente pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) e recepcionados normalmente pelo banco de totalização, que está somando o conteúdo de forma mais lenta que o previsto.

O problema está sendo resolvido pelos técnicos, para a retomada mais célere do processo de divulgação.

Ressaltamos que não há nenhuma relação com o vazamento de dados pessoais de servidores e nenhuma relação com a tentativa de ataque cibernético registrada pela manhã.


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895