Governador reeleito do RJ vê consolidação do PL

Governador reeleito do RJ vê consolidação do PL

Apesar da derrota na disputa presidencial, Jair Bolsonaro conquistou mais de 58 milhões de votos. Sigla terá maior bancada na Câmara

Correio do Povo

Cláudio Castro participou de evento em Gramado (RS) nesta semana

publicidade

Apesar da derrota no domingo passado para o ex-presidente Lula (PT), na disputa à presidência da República, o PL, partido de Jair Bolsonaro, saiu vitorioso e se consolidou no panorama político nacional. A avaliação foi feita pelo governador reeleito do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), que venceu ainda no primeiro turno. Na disputa carioca, ele atingiu 58,67% dos votos. Castro ressaltou que mesmo derrotado, Bolsonaro conseguiu uma votação muito expressiva, somando mais de 58 milhões de votos. Além disso, no Congresso Nacional, a sigla conseguiu formar a maior bancada na Câmara, com 99 deputados, e 15 senadores. “O PL tornou-se um player nacional”, afirmou, ressaltando que o partido conquistou importantes resultados em disputas que sempre ficaram concentradas no dueto PSDB e PT. 

Ao citar o bom desempenho da sigla, citou ainda a vitória pelo governo de Santa Catarina, no segundo turno, com Jorginho Mello. No caso do Rio Grande do Sul, o candidato da sigla, Onyx Lorenzoni, chegou à frente no segundo turno, mas acabou perdendo a disputa para Eduardo Leite. O partido também teve candidatura forte em outros estados, como Espírito Santo, Goiás e Rondônia. 

Ainda sobre a disputa nacional, ao reconhecer a derrota de Bolsonaro, adiantou já ter conversado com o presidente eleito, Lula (PT), com quem deverá se reunir nas próximas semanas para apresentar projetos relacionados ao Rio de Janeiro. 

"Gramado é referência", afirma Castro

Em visita ao Rio Grande do Sul para participar da abertura do Festuris Gramado, o governador reeleito do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), ressaltou a importância da cidade gaúcha no mercado turístico brasileiro. “É uma referência”, resumiu ele, que esteve, na noite de quinta-feira, na abertura oficial do evento. “Há uma excelência de serviços. Não só as belezas naturais, mas a experiência que a uma cidade como essa oferece aos turistas”, avaliou, citando as estruturas gastronômicas, de hotelaria, além das atrações turísticas e de entretenimento. 

Segundo ele, essa expertise deve servir de referência para algumas regiões cariocas que ainda não avançaram em seu potencial turístico. Destacou que as localidades mais próximas às praias, como a capital. Porém, o governador aponta a necessidade de maiores investimentos em regiões como a Serra, Nova Friburgo e o Vale do Café. O estado carioca tem ainda outra característica, que segundo ele, precisa de mais atenção: o fato de estado ser porta de chegada para voos internacionais. 

Castro foi eleito em 2018 como vice de Wilson Witzel (PSC), que sofreu impeachment, e assumiu a titularidade. Para o segundo governo, acredita ser um “início de um novo ciclo”, na qual os avanços precisam ser mantidos. 


Assinante
Exclusivo para assinantes
Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895