Ministério da Justiça registra 1.637 ocorrências de crimes eleitorais no país

Ministério da Justiça registra 1.637 ocorrências de crimes eleitorais no país

No total de ocorrências do primeiro turno, 783 se referem à boca de urna e 332, à compra de votos

AE

No total de ocorrências do primeiro turno, 783 se referem à boca de urna e 332, à compra de votos

publicidade

O Ministério da Justiça e Segurança Pública informou que o País registra até agora 1.637 ocorrências de crimes eleitorais neste domingo do primeiro turno das eleições municipais. Deste total, 783 se referem à boca de urna e 332, à compra de votos.

Os dados constam de boletim divulgado às 17h pela Operação Eleições 2020, coordenada pelo Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN), vinculado à pasta da Justiça. Dentre os crimes eleitorais, também foram registradas ocorrências por fake news (34), transporte de eleitores (92) e dano à urna de votação (1), entre outros.

O boletim aponta ainda 38 crimes contra candidatos, dos quais 123 por ameaça, dez por homicídios tentados, oito por homicídio contra candidato e seis casos de lesão corporal. No total geral, incluindo crimes eleitores e demais tipos de crimes, foram registradas no País 2.171 ocorrências até a divulgação do boletim das 17h.


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895