Dia Internacional do Cooperativismo: cooperativas em ação pelo futuro sustentável
CONTEÚDO PATROCINADO
Correio + Conteúdo

Dia Internacional do Cooperativismo: cooperativas em ação pelo futuro sustentável

Descubra como as cooperativas estão liderando iniciativas sustentáveis para se adaptar às mudanças climáticas no Dia Internacional do Cooperativismo

Correio do Povo

Cooperativismo - futuro sustentável

publicidade

Cooperativas constroem um futuro melhor para todos. Este é o mote do Dia Internacional do Cooperativismo 2024 (#CoopsDay), para ressaltar o papel fundamental dessas organizações na construção de um futuro sustentável. O tema cai como uma luva para os gaúchos, que enfrentaram recentemente o maior desastre ambiental da história.

A bandeira da sustentabilidade sempre esteve presente no propósito do sistema cooperativista. Para o presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas, as cooperativas já nascem com o compromisso de cuidar das comunidades onde atuam, o que só pode ser feito com justiça social, equilíbrio ambiental e viabilidade econômica.

‘‘Por isso, nossas atividades contribuem de forma significativa para a sustentabilidade, ponto crucial para o futuro da humanidade. O tema deste ano mostra, mais uma vez, como o cooperativismo é fundamental para a promoção das mudanças que a sociedade almeja”, destaca. O tema remete ao fato de que as cooperativas são reconhecidas por sua identidade, valores e princípios, estabelecendo um sistema robusto para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

O presidente do Sistema Ocergs, Darci Pedro Hartmann, diz que os impactos das adversidades climáticas foram muito grandes e fortemente sentidos pelas cooperativas gaúchas.

‘‘O produtor perdeu desde o martelo, até o trator, o galpão e a casa. Tem cooperativas que praticamente perderam suas bases de infraestrutura, malha de rede elétrica e que necessitam investimentos. Cooperativas da metade sul perderam praticamente 50% da safra da soja, e o restante não tem valor econômico, e a metade norte 85% da soja estava colhida, mas as perdas com a erosão do solo precisam de investimentos maciços para fazer a reconversão desses solos, para dentro de até quatro anos termos solos novamente produtivos’’, revela.

A entidade tem pedido recursos do Governo Federal e um projeto amplo de renegociação de débitos dos produtores com as entidades financeiras via cooperativas e um alongamento de débitos das cooperativas. "Elas têm muito dinheiro na mão do produtor e ele não está conseguindo pagar, para que a cooperativa também possa alongar débitos junto com os produtores", conta Darci.

Vem sendo mantidos contatos diretos com Ministério da Agricultura e com o ministro-chefe da Secretaria Extraordinária de Apoio à Reconstrução do Rio Grande do Sul, Paulo Pimenta.

No Dia Internacional das Cooperativas de 2024, elas terão a oportunidade de demonstrar seus altos padrões de crescimento inclusivo e sustentável, além de seu papel como guardiãs do meio ambiente e na luta contra as mudanças climáticas.

👉🏼 Neste Caderno Especial do Cooperativismo, você confere ações de cooperativas do Estado relacionadas as enchentes do mês de maio e números de crescimento do setor em 2023:

Crescimento de todos os setores demonstra a consolidação do Cooperativismo no Estado

✅Sicredi é protagonista no movimento de reconstrução do Rio Grande do Sul

✅Relatório de Sustentabilidade do Sicoob consolida iniciativas e reforça compromisso com a sustentabilidade

✅Cooperação em ação: Sistema Unimed-RS como pilar de apoio aos gaúchos atingidos pelas enchentes

✅Cooperativa Santa Clara lança leite fortificado voltado ao público de mais de 50 anos

✅O cooperativismo e nossa gente cooperativista – por Jânio Vital Stefanello, presidente da Coprel

✅Cooperar nunca foi tão importante – Cotrijal se compromete com a retomada do campo após as perdas pelas chuvas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895