Inter poderá ter até três modificações para o Gre-Nal desta quarta
capa

Inter poderá ter até três modificações para o Gre-Nal desta quarta

Odair definirá hoje time que vai encarar o Grêmio na Arena

Por
Correio do Povo

D'Alessandro é um dos cotados a deixar o time para garantir maior proteção pelo lado direito

publicidade

Odair Hellmann orienta nesta terça-feira o único treino do Inter antes do Gre-Nal que decide o título do Gauchão. Para o jogo desta quarta-feira, marcado para as 21h30min, na Arena, o Colorado poderá ter novidade na escalação. As definições deverão ser baseadas nas adversidades encontradas no primeiro clássico. A dificuldade em conter as investidas de Everton pelo lado esquerdo podem até originar duas mudanças. Tudo, porém, depende da avaliação de Odair e de suas pretensões para o duelo de amanhã. 

A primeira incerteza no lado colorado diz respeito ao meio-campo e envolve um titular e o primeiro reserva. Apesar da preservação de Rodrigo Dourado no clássico do último domingo, não há a garantia da sua participação. E qualquer indício provavelmente será escondido por Odair em um possível treino fechado. O preparador físico Cristiano Nunes deixou claro horas antes do primeiro Gre-Nal que Dourado precisa de uma recuperação adequada e, prioritariamente, tem de ter confiança para realizar os movimentos de jogo com naturalidade. 

Rithely tem pouquíssimas chances de jogar. Ele saiu lesionado ainda no primeiro tempo e deu lugar a Rodrigo Lindoso. Dos três, Lindoso é quem tem mais chance de atuar, simplesmente porque é o atleta que está mais "inteiro". No entanto, um sacrifício de Dourado para entrar na final não está descartado. 

Cuidados com Everton 

As preocupações do Inter para o Gre-Nal não param em Dourado. Há ainda uma dúvida em relação ao lado direito defensivo do Inter e até a engrenagem pode ser modificada, tudo para ter maior proteção contra as investidas de Everton. Apesar de ter sido elogiado por Odair Hellmann, Zeca pode ter a sua credencial de titular retirada, principalmente por conta da recuperação de Bruno. O ala reserva foi bem no clássico dos reservas e estava repetindo a boa atuação contra o River Plate, pela Libertadores, até que foi retirado por conta de uma lesão muscular. 

Há ainda um ponto de interrogação no meio-campo e envolve ninguém menos do que D'Alessandro. A capacidade técnica do argentino é inquestionável, mas seu poder de marcação já o deixou de fora em partidas realizadas longe do Beira-Rio. Além disso, no Gre-Nal de domingo, por orientação de Odair, o camisa 10 trocou de lado com Nico López e assim o uruguaio ficou responsável por auxiliar Zeca no combate a Everton. Por conta disso, não está descartada a entrada de Pottker, um atacante que tem mais velocidade e está mais acostumado a fazer a recomposição. 

Apesar do empate em casa, os colorados seguem otimistas. “Dentro de campo, é 11 contra 11. No Beira-Rio, criamos chances para vencer. Então, sabemos que temos totais condições para ir lá na Arena e marcar os gols que precisamos”, finaliza Edenilson.

*Com informações do repórter Fabrício Falkowski