Fronteira-Oeste ultrapassa a marca de mil casos confirmados em uma semana pela segunda vez seguida

Fronteira-Oeste ultrapassa a marca de mil casos confirmados em uma semana pela segunda vez seguida

Uruguaiana é o município da região com o maior número de testagens, casos e óbitos registrados

Fred Marcovici

Alegrete tem o maior índice de casos ativos da Covi-19 na região

publicidade

A 10ª Coordenadoria Regional de Saúde (10ª CRS), sediada em Alegrete, divulgou nesta terça-feira o perfil atualizado do novo coronavírus e casos da Covid-19 nos municípios da Fronteira-Oeste do Rio Grande do Sul, na área de abrangência do órgão. De acordo com a titular da CRS, Heili Temp, ao todo, nas 11 cidades, já foram identificados 10.655 casos confirmados, um avanço de 1.110 novas notificações se comparado com o levantamento da pandemia da última semana, além de 155 mortes desde o início dos registros do novo coronavírus na região, totalizando um aumento geral de 11,62% em sete dias e 61,85% nos últimos 28 dias. Pela segunda semana consecutiva, região contabiliza mais de mil novos casos confirmados.

Em Uruguaiana, são 3.113 casos confirmados, sendo 180 ativos, e 49 mortes contabilizadas, apresentando evolução de 49,73%. São 20 pacientes hospitalizados, nove na UTI, representando 90% da capacidade de ocupação das Unidades de Tratamento Intensivo, e 568 pessoas em isolamento domiciliar com síndrome gripal monitorada. Há 2.883 recuperados. O município testou 20.315 pessoas e se mantém como a cidade com o maior índice de testagem em números absolutos, casos e também de óbitos na R03. Alguns pacientes tiveram que ser transferidos para Dom Pedrito.

Na fronteira com o Uruguai, a cidade de Santana do Livramento, conta agora com 1.016 casos, sendo 108 ativos e nove óbitos. São 899 recuperados. Quaraí confirmou 159 casos do vírus e sete óbitos. Em Alegrete, houve 2.025 casos anotados, sendo 610 ativos, o maior índice de ativos na Região 03, além de 25 óbitos computados. Há quatro hospitalizados.

No município de Itaqui, o número ampliou-se para 828 registros, sendo 73 ativos e mantidos nove óbitos. Em Rosário do Sul, que está em lockdown, sendo um dos casos mais agudos da região, constam até o momento 1.346 notificações, sendo 405 ativos e 103 exames em análise. Registrados 21 óbitos, sendo sete em apenas uma semana e transferindo pacientes para Santana do Livramento. Em São Gabriel, o número confirmado da Covid-19 cresceu para 1.775, sendo 450 ativos. São 22 isolados em hospital e outros 428 em domicílio. Foram contabilizados 30 óbitos. Recuperados 1.295.

Ainda de acordo com Heili, em Manoel Viana há 133 casos positivos, sendo 34 ativos, e dois óbitos. A cidade de Santa Margarida do Sul possui 60 casos do novo coronavírus, sem óbitos, o único da R03 sem morte anotada. Em Barra do Quaraí, são 150 positivos, sete ativos e um registro de óbito. Maçambará tem 50 casos anotados e dois óbitos pela doença. No plano estadual do distanciamento controlado, a região foi reclassificada na bandeira vermelha.

A cidade de São Borja, também na fronteira, mas ligada à 12ª CRS de Santo Ângelo, somou 1.404 casos positivos para Covid-19, 20 pessoas em isolamento hospitalar e 516 no domiciliar. Óbitos somam 30. Em toda a região, estão ocupados 87,5% dos 78 leitos de UTI existentes na R03. Por coronavírus são 33 internações na UTI, além de 69 leitos clínicos ativos.

Heili Temp reitera que a seriedade do quadro impõe cuidados redobrados na Regional 03, tornando-se indispensável que o cidadão mantenha o distanciamento pessoal, evite aglomerações, permaneça em casa, lave as mãos quantas vezes puder, utilize máscara facial de proteção e álcool em gel. "A vacinação será a solução definitiva, porém todas ainda em análise, em estudos e aguardando a aprovação da Anvisa”, conclui.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895