Moraes manda PF ouvir empresário que teria emprestado avião a Silveira

Moraes manda PF ouvir empresário que teria emprestado avião a Silveira

Magistrado quer saber como ocorreu a organização da ida do parlamentar para ato em São Paulo em 1º de maio

R7

Moraes determinou que a PF colha o depoimento do empresário Otávio Fakhoury

publicidade

O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), determinou que a Polícia Federal colha, no prazo de cinco dias, o depoimento do empresário Otávio Fakhoury, presidente do PTB em São Paulo. De acordo com a decisão, Fakhoury deve explicar o empréstimo de um avião para levar o deputado Daniel Silveira para São Paulo.

O parlamentar participou de uma manifestação no último domingo, na Avenida Paulista. Ele teria viajado por meio do avião do empresário, mesmo estando impedido de deixar o Rio de Janeiro, exceto para viajar até Brasília. A manifestação em São Paulo tinha como foco protestos contra o Supremo e seus ministros, além de apoio ao presidente Jair Bolsonaro.

Silveira foi condenado pelo Supremo a oito anos e nove meses de prisão por tentar impedir o funcionamento das instituições e coação no curso do processo. No entanto, ele foi perdoado pelo presidente Jair Bolsonaro. Porém, para o ministro Alexandre de Moraes, as medidas cautelares impostas, como restrição de circulação, proibição de contato com outros investigados e a vedação em participar de eventos públicos, continuam em vigor.

O despacho do magistrado ocorreu no âmbito do inquérito que investiga a organização e financiamento de milícias digitais que atentam contra a democracia. O ministro multou Daniel Silveira em R$ 405 mil por descumprir as determinações. Os valores, de acordo com o despacho, devem ser descontados do salário do deputado, que também teve suas contas bloqueadas.

"Considerando a condição de investigado do referido empresário e a violação às medidas cautelares impostas a Daniel Silveira nos atos da AP 1.044/DF, referendadas pelo Plenário do Supremo Tribunal Federal, Determino à Polícia Federal que proceda à oitiva, no prazo máximo de 5 (cinco) dias, de Otávio Oscar Fakhoury, para que esclareça as circunstâncias do financiamento de aeronave particular a Daniel Silveira", escreveu Moraes, na decisão.

Em nota, o advogado João Vinícius Manssur, que defende Fakhoury, alega "que seu cliente não foi intimado da decisão e, quando devidamente intimado, apresentará os esclarecimentos necessários".

Veja Também


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895