Moro repudia ataques a Fachin após decisão que beneficiou ex-presidente Lula

Moro repudia ataques a Fachin após decisão que beneficiou ex-presidente Lula

Ex-juiz se manifestou pela 1ª vez após anulação de condenações e disse que discordâncias devem ser resolvidas com recurso judicial

R7

Ex-juiz se manifestou pela 1ª vez após anulação

publicidade

O ex-juiz Sergio Moro se manifestou nesta sexta-feira pela primeira vez após a anulação de condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), na última segunda-feira. Moro não comentou a decisão, mas saiu em defesa de Fachin, que vem sendo alvo de ataques e ameaças em redes sociais. 

"Repudio ofensas e ataques pessoais ao Ministro Edson Fachin do STF, magistrado técnico e com atuação destacada na Operação Lava Jato. Qualquer discordância quanto à decisão deve ser objeto de recurso, não de perseguição", afirmou o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública.

Fachin considerou que a 13ª Vara Federal de Curitiba não tinha competência para conduzir quatro processos envolvendo o tríplex do Guarujá, o sítio de Atibaia e o Instituto Lula, e determinou a anulação da instrução do processo e demais decisões, como as condenações. Dessa forma, os processos serão enviados ao TRF-1 (Tribunal Regional Federal), do Distrito Federal. 

Também nesta sexta, a Procuradoria-Geral da República protocolou pedido para que a decisão de Fachin seja revista por ele ou pelo plenário do Supremo. 

Veja Também


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895