Expointer: Obras em ritmo acelerado no Parque Assis Brasil

Expointer: Obras em ritmo acelerado no Parque Assis Brasil

O parque liberou, na última segunda-feira, o início da montagem dos estandes dos expositores

Nereida Vergara

Expectativa é que área abrigue mais de 1 mil expositores na 45ª Expointer

publicidade

O Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, se prepara para receber, entre os dias 27 de agosto e 4 de setembro, a 45ª Expointer, num ritmo já "acelerado" de obras, afirma a subsecretária do parque, Elizabeth Cirne Lima. Com parte das licitações de serviços ainda em andamento, entre elas a que definirá a empresa que operará a bilheteria do evento, o parque liberou, na última segunda-feira, o início da montagem dos estandes dos expositores, que segundo ela, neste ano, deve ultrapassar 1 mil, considerando os setores de animais, máquinas, agricultura familiar, associações e empresas que dividem espaços nos pavilhões.

Elizabeth está morando dentro do parque de exposições, para dar conta de toda a demanda de tarefas de organização de uma das maiores feiras a céu aberto do Brasil e da América Latina. Ela fica alojada numa moradia destinada ao subsecretário do parque e garante que economiza bastante tempo diariamente apenas não tendo de se deslocar entre Porto Alegre e Esteio. Além das montagem de estandes, a subsecretária diz que se iniciaram as obras de pintura e manutenção dos espaços fixos do parque, serviços para o qual a licitação foi concluída. "Está lindo de se ver, todos os cantos do parque com obras acontecendo", comenta.

Neste ano, a Expointer não vai ter limitações sanitárias em razão da Covid-19. De acordo com Elizabeth, a Secretaria da Saúde do Estado não exigiu protocolo sanitário durante a feira, apontando como facultativo o uso de máscaras. "Vamos manter os dispensers de álcool em gel e locais para que todos possam higienizar as mãos, que são bons hábitos", adianta.

Uma novidade, nesta edição, será a entrega dos dois alojamentos utilizados no local para abrigar os servidores da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR) responsáveis pelas ações de fiscalização durante a Expointer. No ano passado, os servidores foram acomodados em uma estrutura temporária de tendas climatizadas, para atender às recomendações de distanciamento determinadas pela pandemia. A secretária ressalta que os prédios passaram por pintura e consertos ao longo do ano e tiveram renovados o mobiliário e os colchões. Podem ser hospedados, no total, 147 servidores nos dois anexos. Para solucionar a necessidade de sanitários e chuveiros, dois contêineres serão instalados junto aos prédios, um para o público masculino e o outro, ao feminino.

A 45ª Expointer

Data: 27 de agosto a 4 de setembro (nove dias).

Local:Parque Estadual de Exposições Assis Brasil, localizado no KM 13 da BR 116 (via lateral)

Horário de visitação: das 8h às 20h30

Preço de ingressos:R$ 16 (inteira) e R$ 8 (meia-entrada). Estudantes, idosos com 60 anos ou mais e pessoas com deficiência pagam meia-entrada. Crianças de até seis anos, acompanhadas dos pais ou responsáveis, têm entrada gratuita.

Estacionamento: R$ 40.

Camping (para expositores de animais): R$ 400.

O parque: com área total de 141 hectares, tem 45,3 mil metros quadrados de pavilhões cobertos, 70 mil m² de área para exposição, locais para julgamentos, espaços destinados à realização de leilões e auditórios para seminários e palestras, 10 mil vagas para estacionamento interno, restaurantes, lancherias e áreas de alimentação, auditórios e agências bancárias.

Veja Também

Confira alguns eventos da programação da feira

• Exposição de animais de mais de 150 raças (incluindo bovinos de corte, leite, mistos, bubalinos, equinos, ovinos, caprinos, chinchilas, coelhos, aves e pássaros);

• Desfile dos Campeões, grande festa de inauguração da Expointer, apresentando todos os animais premiados na exposição;

• Exposição de máquinas e implementos agrícolas, com demonstrações técnicas e áreas de test-drive;

• Shows musicais e apresentações de dança;

• Feira da Agricultura Familiar, apresentando produtos da culinária colonial gaúcha, como pães, bolos e cucas, doces, salames, queijos, conservas, licores e embutidos;

• Exposição de Artesanato do Rio Grande do Sul (Expoargs), com produtos típicos regionais confeccionados em lã crua, couro e metal;

• Final do Freio de Ouro 2022, tradicional competição de cavalos da raça crioula, considerada a raça característica do Rio Grande do Sul.




Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895