Relatório de Sustentabilidade do Sicoob destaca iniciativas de inclusão e educação financeira
CONTEÚDO PATROCINADO
Correio + Conteúdo

Relatório de Sustentabilidade do Sicoob destaca iniciativas de inclusão e educação financeira

O Relatório de Sustentabilidade do Sicoob reforça seu compromisso com a sustentabilidade e cidadania financeira, destacando iniciativas de inclusão e educação

Correio do Povo

Em 2023, mais de 395 mil crianças foram abordadas com temas como planejamento e organização financeira, sustentabilidade e consumo consciente.

publicidade

O Sicoob lançou o seu Relatório de Sustentabilidade. O documento apresenta os principais resultados da instituição relacionados aos aspectos econômicos, sociais, ambientais e de governança no período de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2023.

Alinhada aos sete princípios cooperativistas, a publicação evidencia as ações realizadas para promover impactos positivos e duradouros na vida dos cooperados e nas comunidades onde o Sicoob está presente.

De acordo com Ênio Meinen, diretor de Coordenação Sistêmica, Sustentabilidade e Relações Institucionais do Sicoob, o cooperativismo financeiro inicia um ciclo econômico virtuoso que impulsiona progresso contínuo e sustentável, resultando em prosperidade para todos.

“O empreendedorismo é incentivado, os pequenos negócios se fortalecem, as oportunidades de emprego se multiplicam, a renda das famílias aumenta e os indicadores de desenvolvimento humano apresentam avanços substanciais, resultando em uma significativa melhoria da qualidade de vida e no fortalecimento das comunidades. Esses benefícios dialogam com os valores e princípios do cooperativismo, que versam sobre a inclusão econômica, a colaboração comunitária e a sustentabilidade a longo prazo”, explica o executivo.

Ênio destaca que, em 2023, a instituição intensificou seu compromisso com a cidadania financeira por meio de iniciativas de inclusão e educação. “Aprovamos a Política de Cidadania Financeira e estabelecemos compromissos claros com a inclusão e a educação financeira, incorporando-os em nosso pacto estratégico e nas operações cotidianas das cooperativas.”

Assim, conforme a publicação, no ano passado, houve um aumento de 163.304 cooperados das classes C, D e E em comparação com 2022, alcançando um total de mais de 3,1 milhões de cooperados desse perfil no Sicoob.

A presença física dos pontos de atendimento do Sicoob também foi ampliada, totalizando 1.859 municípios com população de até 50 mil habitantes, representando um acréscimo de 61 municípios no ano. Vale ressaltar que, em 2023, o sistema alcançou 2.382 municípios atendidos, sendo a única instituição financeira presente fisicamente em 400 deles.

O relatório também destaca os recursos direcionados a projetos de preservação de nascentes, reflorestamento e recuperação de áreas degradadas. Segundo Ênio, o portfólio de produtos é desenvolvido com base nas necessidades identificadas localmente. “Para os pequenos agricultores e produtores rurais familiares, oferecemos, por exemplo, a linha de repasse Pronaf Eco, destinada a projetos sustentáveis que visam a recuperação e conservação ambiental, além de promover a melhoria da capacidade produtiva da propriedade”, ressalta.

Ainda no campo, também fazem parte do portfólio do Sicoob financiamentos voltados à inovações tecnológicas no meio rural, como o programa Inovagro, destinado à implantação de sistemas de geração e distribuição de energia alternativa à eletricidade convencional para consumo próprio, como as energias eólica, solar e de biomassa nas propriedades.

Mas não é apenas na agricultura que o Sicoob tem opções sustentáveis: nas prateleiras das cooperativas, é possível também realizar consórcios para aquisição de bens como kits solares, bicicletas elétricas e outros itens que contribuem para reduzir impactos ambientais negativos.

Plano de Sustentabilidade

Também no ano passado, o Sicoob deu passos importantes para a consolidação sistêmica do seu Plano de Sustentabilidade. Foram realizados workshops de sustentabilidade em todas as 14 cooperativas centrais, com o objetivo de incentivar o engajamento e o compromisso das entidades, além de capacitar membros da governança das cooperativas, executivos da alta gestão e demais profissionais envolvidos.

Pactos e acordos

Para reforçar seu compromisso com o desenvolvimento sustentável, o Sicoob é signatário de diversos acordos com empresas e entidades que compactuam com os mesmos valores, como o Conselho Empresarial Brasileiro Pelo Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) e o Global Reporting Iniciative (GRI). Em 2023, fechou parceria com o Compromisso Brasileiro da Filantropia sobre Mudanças Climáticas; a Amazonia Finance Network; o Manifesto de Sustentabilidade; o Pacto Global e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, e o Pacto Global da ONU.

Mudanças Climáticas

O Sicoob reconhece a importância de gerenciar os impactos climáticos e toma medidas proativas para enfrentar esses desafios, tanto no que refere-se a mudanças climáticas quanto na redução de emissão de CO2.

Educação para promover mudanças

A Área de Educação Corporativa do Sicoob, que atua na produção de cursos que abordam diferentes temas da Sustentabilidade, registrou mais de 1,4 mil capacitações a cooperados e 1.533.690 capacitações a empregados e dirigentes na plataforma de aprendizagem.

O Sicoob conta também com o Programa Financinhas. Em 2023, mais de 395 mil crianças de seis a 10 anos foram atendidas, com livros e animação que destacam temas como planejamento e organização financeira, sustentabilidade e consumo consciente.

Já o Se Liga Finanças, que é um projeto que auxilia no entendimento acerca das consequências que as escolhas financeiras podem acarretar a curto, médio e longo prazos para jovens, chegou a mais de 28 mil pessoas beneficiadas.

No caso do Programa Educação Financeira, com palestras sobre o tema, foram 269 mil pessoas impactadas e, na Semana Nacional de Educação Financeira, mais de 2,5 milhões alcançadas. O Sicoob também participou da Global Money Week, estimando um alcance de 3,1 milhões de pessoas, e da Semana Mundial do Investidor, com 1,8 milhão de pessoas alcançadas.

Veja Também


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895