Prefeituras de Lagoa Vermelha e Iraí decretam situação de emergência

Prefeituras de Lagoa Vermelha e Iraí decretam situação de emergência

Boletim da Defesa Civil desta sexta-feira revela que caiu de 1.125 para 642 o número de desalojados

Correio do Povo

Cidade de Lagoa Vermelha teve 207 edificações foram danificadas com a passagem do ciclone e 38 pessoas seguem desalojadas

publicidade

O boletim da Defesa Civil divulgado no final da manhã desta sexta-feira revela que as cidades de Lagoa Vermelha e Iraí decretaram situação de emergência devido aos estragos causados pelo ciclone que atingiu o Rio Grande do Sul na terça e quarta-feira. O número de municípios que ainda se recuperam dos danos caiu de 38 para 28.

Em Lagoa Vermelha, 38 pessoas seguem desalojadas, segundo o informativo, e 207 edificações foram danificadas com a passagem do ciclone. Na cidade de Iraí, 300 residências tiveram destelhamento parcial e o fenômeno afetou cerca de mil pessoas do município.

Nesta sexta, parte das 38 pessoas que seguem abrigadas no Ginásio Centro Integrado Navegantes de São Sebastião do Caí deverão retornar para as suas residências no decorrer do dia. Na manhã de quinta-feira, 74 pessoas estavam no local que acolheu os desabrigados da cidade do Vale do Caí.

Já número de pessoas desalojados no Estado caiu de 1.125, do final da tarde de quinta-feira, para 642. A cidade que mais registra pessoas nesta situação é Vacaria, que ainda tem 500. O boletim registra ainda que 2.384 edificações sofreram avarias com os fortes ventos.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895