Laboratórios de defesa agropecuária devem receber aporte de R$ 11 milhões

Laboratórios de defesa agropecuária devem receber aporte de R$ 11 milhões

Secretaria da Agricultura apresentará projeto ao Ministério do Planejamento e Orçamento para obter liberação dos recursos

Correio do Povo

Centro Estadual de Diagnóstico e Pesquisa em Saúde Animal Desidério Finamor, em Eldorado do Sul, poderá receber investimento de 1 milhão de dólares

publicidade

Técnicos da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação trabalham na elaboração de projeto para obter a liberação de 2 milhões de dólares, cerca de R$ 11 milhões em valores desta sexta-feira, 21, destinados à construção, modernização e ampliação de dois laboratórios de defesa agropecuária, no âmbito do Mercosul. Um deles, de biossegurança, oferecerá maior confiança no diagnóstico de agentes infecciosos, tornando-se referência em sanidade animal no bloco de países. O outro, na Serra, vai ampliar a capacidade de análises de derivados da uva e do vinho. O prazo para apresentação do plano ao Ministério do Planejamento e Orçamento se encerra em novembro. Se aprovado, os recursos deverão ser disponibilizados em 2025.

Veja Também

O projeto prevê a construção de um laboratório de nível de biossegurança 3, no Centro Estadual de Diagnóstico e Pesquisa em Saúde Animal Desidério Finamor, em Eldorado do Sul, voltado para segurança na manipulação de microrganismos potencialmente perigosos à defesa animal. Para o diretor do Departamento de Diagnóstico e Pesquisa Agropecuária, Caio Efrom, a construção da unidade propiciará “maior segurança no diagnóstico de alta complexidade de agentes infecciosos de risco potencial para a pecuária, trabalhadores, para o meio ambiente e para a saúde pública”. Também está planejado o aprimoramento e modernização dos laboratórios de patologia, biologia molecular e virologia do Desidério Finamor, cujas instalações foram duramente atingidas com a enchente ocorrida no Estado, em maio. O total do investimento chega a 1 milhão de dólares, cerca de R$ 5,7 milhões.

Reforço na Serra

Outros 993,6 mil dólares, aproximadamente R$ 5,4 milhões, serão endereçados ao Laboratório de Referência Enológica Evanir da Silva, do Departamento de Defesa Vegetal da Secretaria da Agricultura, em Caxias do Sul. O laboratório atua na área de constatação de fraudes, resíduos e contaminantes em produtos de origem vegetal, sendo referência internacional na análise de derivados da uva e do vinho. O investimento custeará a ampliação, em cerca de 20%, das operações executadas, além de aumentar a gama de análises com foco em qualidade. A ampliação requer a aquisição de equipamentos como o espectrômetro de massas de razão isotópica Delta Q-HD Ready, um sistema de cromatografia gasosa com detector de chama, um cromatógrafo líquido de alta eficiência e uma centrífuga para tubos Falcon de preparo de amostras, além da capacitação de operadores e técnicos.

A proposta de investimento foi aprovada em reunião da Comissão de Financiamentos Externos, do Ministério do Planejamento, no final de abril. Os recursos são oriundos do Fundo para Convergência Estrutural do Mercosul. O trabalho na Seapi é realizado com apoio da Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão, e da assessoria do Banco Fonplata. A contrapartida do governo estadual é de US$ 360.327,75, que corresponde a 15% do valor global.


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895